O poema Mocidade Independente foi retirado do livro acima A teus pés escrito pela Ana Cristina.
Esse poema me chamou muito a atenção pois me recorda o tempo da ditadura onde ela fala das ruas de São Paulo e também fala de voar ou seja,liberdade,fala também de infringir regras,o que me apercebe de um enfrentamento ao governo ditatorial,e é isso.Caso esteja errada podem me corrigir nos comentários,espero que gostem!


MOCIDADE INDEPENDENTE
Pela primeira vez infringi a regra de ouro e voei pra
cima sem medir mais as conseqüências. Por que
recusamos ser proféticas? E que dialeto é esse para
a pequena audiência de serão? Voei pra cima: é
agora, coração, no carro em fogo pelos ares, sem
uma graça atravessando o Estado de São Paulo, de
madrugada, por você, e furiosa: é agora, nesta
contramão.

Postado por : Geovanna Karla 9ºano F

3 comentários:

Júlia Martins disse...

Parabéns pela postagem!eu concordo com você!pois vi os mesmos pontos que você destacou no poema!eu vou recomendar esse blog pra o meu amigo que ama Ana Cristina,porque ele ama essas interpretações!eu amei!MEUS PARABÉNS!!!!!!

Andressa 9º ano F disse...

Concordo com o post ,ela expressou a ditadura de um forma indireta,onde ela fala de liberdade das ruas de são paulo,enfim ,Ana Cristina me surpreendeu com esse poema,muito bom .

Ana Luisa,Andressa Raissa,Eduarda Dayse,Geovanna Karla,Isabelle Laís,Maria Karolina eTatianne Matos 9º ano F disse...

Tá vendo? vc está de Parabéns Geovanna ela era mesmo d+ uma grande pessoa continue assim!
Comentado por:Tatianne Matos

Postar um comentário

About